Quais informações devem ter (ou não) nos seus posts nas redes sociais?

Coloco o preço do meu produto? Peço para o cliente entrar em contato via Whatsapp ou e-mail? Falo em quantos dias o produto irá chegar?

Essas são perguntas que constantemente pairam na mente do empreendedor. Saber quais informações devem incluir nos seus posts nas redes sociais é importante para construir um relacionamento dedicado, saudável e permanente com seus clientes. Mas essas perguntas não são de respostas rápidas. É necessário levar em consideração as variáveis de cada empresa para, então, oferecer as melhores informações. 

Conheça as principais dúvidas dos empreendedores sobre este assunto e entenda como se comunicar melhor com seus clientes nos posts nas redes sociais.

Devo pedir para o cliente entrar em contato comigo nos meus posts nas redes sociais?

Essa é simples: não. Se seu cliente comentou algo em suas redes sociais, não peça para que ele tenha mais trabalho e vá atrás das informações sobre as quais tem dúvidas. Sim, sabemos que isso facilitaria a sua vida, mas quem tem maior interesse de vender é você. Por isso, se o cliente se interessou, dê o primeiro passo, responda o comentário e envie uma mensagem direta para continuar a conversa mais abertamente. 

Só mova a conversa para outro lugar, como e-mail ou Whatsapp, se você precisar passar mais informações. Está tudo bem falar “me passe seu e-mail para eu explicar tudo e enviar o orçamento”, mas não é legal deixar tudo nas mãos do cliente e despejar um “me envie um e-mail”, solicitando a mesma demanda que ele já pediu pelas redes sociais. Não faça o cliente se repetir.

Devo colocar preço nos meus posts nas redes sociais?

Dessa vez, depende. Colocar o preço de seus serviços ou produtos em posts nas redes sociais pode ser bastante útil. Imagine que você sempre achou as roupas de determinada loja tão lindas e sofisticadas a ponto de acreditar que jamais poderia pagar por elas. A loja tem muito a perder em termos de clientes e você perde a oportunidade de consumir produtos que realmente admira.

Nesse caso, se seu o produto/serviço é mais popular, colocar preço nos posts pode fazer com que o consumidor se identifique e entenda que sua marca é, de fato, feita para ele. Muitas vezes, ao perceber que um produto não tem preço, a marca pode passar a impressão de que não quer divulgar porque é caro, inacessível. Verifique, portanto, qual é o seu público, e decida se é hora de passar a divulgar seus preços nos posts.

Por outro lado, quando o valor simbólico do produto está além daquilo que pode ser mostrado em uma foto, como um vestido de noiva assinado por um estilista, uma obra de arte ou artigos personalizados, o ideal é que você tenha uma conversa com o cliente antes de apontar o preço.

É necessário também lembrar que os posts nas redes sociais podem ser visitados muito depois do momento em que foram publicados. É comum encontrar empresas reclamando que colocaram preço em um produto há 2 anos e, mesmo depois de toda a inflação, as pessoas cobram que o valor permaneça o mesmo. Para evitar esse tipo de ocorrência, você pode optar por incluir no texto “preço válido para determinado período”.

Posso passar essas informações por direct ao invés de usar os próprios posts nas redes sociais?

Sim, não há problema nenhum, desde que você sempre responda ao comentário enviado. O maior problema a ser enfrentado neste caso é que, nas redes sociais, as pessoas costumam esperar respostas imediatas. Assim, sempre que alguém fizer uma pergunta, é interessante entrar em contato o quanto antes e se mostrar disponível para a conversa. 

Mas então, quais informações devo colocar diretamente em meus posts nas redes sociais?

Para responder essa pergunta, tenha em mente que seu negócio é único. Ou seja, os questionamentos que seus clientes costumam fazer a você não será o mesmo que fazem para outras empresas. Se você tem uma fábrica de móveis personalizados, com certeza será frequentemente perguntado sobre quanto tempo demora para a confecção e entrega dos produtos. Se é dono de salão de beleza, será constantemente questionado quais as horas livres para marcação e preço dos procedimentos. 

Dessa forma, o ideal é analisar quais as perguntas mais recebidas por você e, se possível, suprir essa demanda de seus clientes nos posts, caso não esbarre com as dicas oferecidas acima.

No final das contas, cada negócio precisará testar e entender quais informações devem ser colocadas nos posts nas redes sociais.

Conta pra gente, quais perguntas seus clientes costumam fazer? Você costumava colocar alguma informação que hoje prefere não colocar? Escreva nos comentários.

About Camila Solar

This author has not yet written his bio.
Meanwhile let's just say that we are proud Camila Solar contributed with 0 entries.
Edit the profile description here.

Entries by Camila Solar