Designer freelancer: 15 passos para ter sucesso na carreira

Ser um designer freelancer significa assumir o controle de sua carreira, tornando-se seu próprio patrão. Mas em um ambiente altamente saturado e competitivo, como você garante o sucesso na sua carreira?

Neste artigo, vou te dar dicas de como ser um designer freelancer de sucesso. As habilidades certas, as experiências e claro, um pouquinho de sorte vão contribuir para sua carreira decolar.

Os 15 passos para se tornar um designer freelancer de sucesso

Passo 1: Atualize suas ferramentas

A primeira coisa que qualquer aspirante a designer freelancer deve fazer é verificar o seu material de trabalho. Verifique se possui as últimas versões dos software. Também tenha um computador (ou notebook) com configurações mínimas para rodar todos esses softwares que você utilizará para executar um bom serviço.

Passo 2: Crie sua marca

Assim como qualquer negócio possui, crie uma marca para você. Crie um identidade visual forte, que destaque suas qualidades e estilo. Sem um logotipo personalizado impressionante você simplesmente desaparecerá no meio de tantos designers freelancers que existem no mercado.

Passo 3: Construa um excelente portfólio online

É impossível ter sucesso na carreira de designer se não tiver um incrível portfólio online. Qualquer possível cliente desejará ver o seu portfólio, principalmente se for online. Você pode ter diversos portfólio online, como em suas redes sociais, em sites especializados em portfólio como Behance ou CarbonMade, ou então em seu próprio website.

Passo 4: Entre nas comunidades

Participe de fórums, grupos no Facebook e sites que oferecem trabalhos de freelas. Esteja por dentro sobre o que está acontecendo no mercado de designer e freelancers. Estar nessas comunidades também é uma ótima oportunidade para se fazer networking.

Passo 5: Crie um website/blog

Estamos na era da Internet. Crie um website profissional para direcionar seus futuros clientes a conhecer suas habilidades, seus serviços e portfólio. Construa um blog e escreva artigos. Esses texto não só te dar maior autoridade no assunto como também é uma porta para novos clientes. Muitos procuram pela internet freelancers para seus próximos projetos, então se você não tem um site, eles nunca irão te contratar.

designer freelancer de sucesso

Tenho um site para impressionar seus futuros clientes

Passo 6: Se jogue no mercado!

Agora que você tem uma marca forte, seu portfólio está online e já possui um website super atrativo, está na hora de se jogar nos freelas. Divulgue seus trabalhos para familiares, colegas e amigos.

Passo 7: Aceite os pequenos trabalhos

Para você que está começando, os pequenos jobs podem ser a porta de entrada para trabalhos maiores. Muitos clientes oferecem um job pequeno para ver como você trabalha. Dê o melhor de si, e entregando um excelente trabalho ganhará confiança do cliente para que ele possa te dar jobs maiores.

Passo 8: Administre o seu tempo cuidadosamente.

Para evitar o atrasos na entrega e falta de dinheiro, você precisa controlar seu tempo adequadamente e cobrar o que corresponda às horas trabalhadas. Existem diversas ferramentas incríveis que podem ajudá-lo a registrar suas horas e gerenciar o tempo gasto em projetos específicos (Asana e Trello). Manter o controle desses detalhes também ajudará você a ajustar seus preços em projetos futuros.

A princípio você pode achar um serviço será fácil e rápido, mas na realidade pode ser bem diferente. Depois de saber a quantidade de tempo que cada tipo de serviço leva, você poderá cobrar preços justos pelo seu trabalho e não precisará trabalhar por migalhas.

Passo 9: Estude seus clientes

Estude os seus clientes, trace o perfil de cada um e veja as similaridades que eles possuem. Descubra como são os seus clientes e faça marketing voltado para esse público.

Passo 10: Faça cartões de visitas

Pode parecer meio ultrapassado, mas cartões de visitas ainda funcionam! Porém, para que eles possam funcionar, seu cartão de visita deve impressionar as pessoas, aliás você como designer, deve possuir um cartão de visita melhor do que seus futuros clientes.

Passo 11: Guarde uma reserva

Embora o seu negócio possa ir muito bem, às vezes virá um mês mais fraco de vez em quando. Ser freelancer designer é estar vulnerável a mudanças no mercado. Meu conselho seria poupar um pouco da sua renda a cada mês, guardá-lo em uma conta de poupança própria para que você o tenha como uma segurança para os meses mais fracos. Você não irá se arrepender! Não deixe que seu negócio acabe por causa de uns pequenos boletos sem pagar.

A falta de dinheiro pode ocorrer através da inadimplência do clientes. Saiba aqui como cobrar um cliente inadimplente.

Passo 12: Nunca pare de aprender

A área de design está sempre em constante mudanças. Dedique tempo em sua semana de trabalho para desenvolver novas habilidades que possam melhorar sua carreira de designer freelancer. Isso ajudará você a ter uma vantagem no mercado, pois você será um dos primeiros de seus colegas capazes de oferecer novos recursos e tendências. O aprendizado contínuo também manterá seu trabalho renovado e compensador!

designer freelancer

Participe de workshops, leia jornais, blogs, revistas e assista vídeos

Passo 13: Não trabalhe de graça.

Quando estamos começando na carreira sempre pensamos em pegar freelas de graça para construir o portfólio, mas jamais faça isso! Se o cliente não tem condições para te pagar em dinheiro, peça algo em troca que ele possa oferecer. Por exemplo, você pode fazer um cartão de visita para um amigo em troca de um almoço. Valorize o seu trabalho!

Passo 14: Sempre cumpra os prazos de entrega

Uma triste realidade é que as pessoas enxergam o trabalho de freelancer como algo mais barato e menos qualidade. A dúvida se vai atrasar no prazo de entrega é sempre constante quando contratam um serviço de freelancer. Portanto, seja bem crítico no prazo de entrega. Seja profissional, entregue um serviço de qualidade e dentro do prazo, caso queira fidelizar o cliente!

Passo 15: Facilite o pagamento do seu cliente

Facilite o pagamento do seu cliente. Ofereça diversas formas de pagamento: boleto bancário, cartão de crédito, parcelamento, depósito bancário e entre outros. Utilize ferramentas que facilitem essa cobrança. O Boleto Fácil, por exemplo, além de emitir boletos bancários de cobrança, também permite que seus clientes paguem com o cartão de crédito. Ele também permite que o consumidor conte com um pequeno desconto caso pague antes da data combinada.

About Lucas Hattori

Gestor de redes sociais do Ahazou e Carreira Beauty. Designer e analista de marketing digital da Carreira Beauty. Escrevo para o blog do Ahazou com o objetivo de ajudar profissionais do salão de beleza e clínicas de estética a se destacarem nas redes sociais. Acesse meu site www.lucashattori.com

Entries by Lucas Hattori